Festival Gastronômico Itinerante Sabores da Terra chega a Jaguariúna e Holambra em sua terceira edição

Uma grande festa de abertura ganhará os espaços da Faculdade de Jaguariúna (FAJ) e dará as boas-vindas ao público nos próximos dias 18 e 19. Após, o festival seguirá para os restaurantes participantes e dias 1 e 2 de abril acontece a festa de encerramento na cidade de Holambra

 IMG_2884 - Copia

As cidades de Jaguariúna e Holambra (Região Metropolitana de Campinas) foram escolhidas para sediar a terceira edição do Festival Gastronômico Itinerante “Sabores da Terra”, que será realizado entre os dias 18 desse mês e 2 de abrilDentre as muitas novidades do evento, estão o passeio de Maria Fumaça com aula-show e duas festas, abertura e encerramento.

O Festival Sabores da Terra é um evento que percorre as cidades do interior para contar a história de cada região, seus ingredientes típicos e sua cultura, valorizando a gastronomia local e promovendo o turismo, o comércio e os produtores rurais. A primeira edição foi realizada em Indaiatuba no mês de junho de 2016 e a segunda em outubro na cidade de Valinhos. O objetivo dos organizadores é repetir o sucesso das primeiras edições, tornando o evento anual no calendário das cidades por onde passar, como é o caso de Indaiatuba que receberá o festival novamente em junho.

img_2628

Durante o festival a cidade-sede vivencia a gastronomia com as diversas atrações que são realizadas ao longo dos 16 dias de evento. Pela primeira vez o Sabores da Terra é realizado em duas cidades simultaneamente. Por esse motivo uma festa de abertura em Jaguariúna dias 18 e 19 de março e outra de encerramento em Holambra dias 1 e 2 de abril.

Para a festa de abertura que ocorre dentro da Faculdade de Jaguariúna – FAJ com o apoio dos alunos do curso de gastronomia (nota 4 pelo MEC) coordenados pelo Prof. Adriano Emídio, a grande atração será a agenda de aulas com os chefs convidados. Nomes como Ana Soares (Mesa III / SP) e Elzinha Nunes (Dona Lucinha / BH) que virão especialmente para a ocasião, estão nessa agenda que já está disponível para os interessados no site do evento www.festivalsaboresdaterra.com.br. As vagas são limitadas e gratuitas.

Ana Soares_massa_Mesa III_Lucas Terribili-8 bx

O evento na FAJ contará com mais de 25 expositores entre chefs, cervejarias artesanais e produtores rurais que mostrarão o que a região tem de melhor. Um verdadeiro resgate da cultura e tradições locais. Na abertura sábado (18), 50 membros da Cavalaria Antoniana cavalaria IIe da Associação dos Muladeiros chegarão em comitiva. Em seguida, às 14h30, a Orquestra de Viola de Valinhos apresentará as melhores músicas de raiz, num momento único de intercâmbio cultural entre as cidades da região. Para animar a noite, Guga Renzo e Banda, às 19h30, tocará sertanejo universitário. No domingo o evento segue com mais aulas e atrações musicais e culturais. A entrada é 1 quilo de alimento não perecível que será doado para entidades assistidas pelos projetos sociais da FAJ.

IMG_3148

Para os amantes da boa cerveja a festa está recheada de geladas, que serão garantidas por sete cervejarias artesanais: Cervejaria Landel, Burgman, Beer Kombi, Chopp Sobre Rodas (Razera), Malte’n Bike (Hausen Bier) e Zum Beer (Dama) e a tradicional Toca da Mangava.

img_7292

Segundo Maria das Graças Albaran, secretária de Turismo e Cultura do município de Jaguariúna, receber um evento desse porte é muito importante para a cidade e para a área cultural. “Jaguariúna tem uma vocação para a gastronomia e o Sabores da Terra traz informações que por vezes ficam escondidas, como a produção local de alimentos. Isso só engrandece o nome da cidade”, comenta. A partir de 2018, a secretária gostaria de levar o evento para um espaço público e aberto. O intuito é aproximar ainda mais a população dos produtores locais junto ao consumidor final. “Esse é um evento que fomenta e muito o turismo, em especial Jaguariúna que já é uma referência em turismo na região”, conclui.

O evento conta com o patrocínio da Castelo Alimentos, presente desde a primeira edição e cujos produtos estarão em diferentes menus durante o festival. Além da Castelo, patrocinam a terceira edição do Festival, Vodka Kadov, FAJ – Faculdade de Jaguariúna e Hotel Jaguary.

800x100-kadov

NOVIDADES DO FESTIVAL

A terceira edição traz duas novidades: “Porco na Fornalha da Maria Fumaça” e “Arena Empreendedorismo Sustentável”. O porco na fornalha será um resgate histórico da Maria Fumaça de Jaguariúna. Os antigos maquinistas da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF, fundada em 1977 pelo francês Patrick Henri Ferdinand Dollinger, um apaixonado por ferrovias, costumavam dormir na estação de Carlos Gomes (uma das estações do trecho Campinas-Jaguariúna) para assar um porco na fornalha da Maria Fumaça. Uma confraternização entre amigos. “Quando soubemos dessa passagem histórica por meio do Vitor, filho de um dos fundadores Associação, Sr. Juarez Spaletta, ficamos apaixonados pela ideia de resgatar essa tradição. Algo tão rico, não pode se perder. É preciso divulgar e fazer as pessoas vivenciarem essa gastronomia de raiz”, diz Renata Tannuri Meneghetti, idealizadora e sócia da Elo Produções, empresa que realiza o Festival. O passeio, restrito a convidados, acontecerá no dia 25 de março saindo da estação Anhumas em Campinas. Ao chegar na estação Carlos Gomes, os convidados desembarcam para assistir uma aula-show com um chef convidado e degustar o porco assado na fornalha. Essa parada deve durar aproximadamente 1 hora e meia. Durante o trajeto até a estação Carlos Gomes e também no caminho de volta à Campinas, haverá apresentações culturais. A realização desse passeio se deve a parceria realizada com a Associação por meio de Vanderlei Alves da Silva que atua diretamente na gestão da Maria Fumaça.

Inauguração-da-236-em-Jaguariuna

Outra novidade é o projeto “Arena Empreendedorismo Sustentável”, cujo objetivo é qualificar multiplicadores para aprender usar o ingrediente na sua totalidade sem desperdício, criando pratos que possam gerar um negócio rentável, seja como complementação de renda familiar, seja como fonte única de renda pessoal. Tudo isso com compromisso social, sem agressão ao meio ambiente e com lucro honesto. “O lançamento desse projeto vai acontecer em Jaguariúna com a parceria da equipe da FAJ, produtores e Prefeitura, mas vamos seguir com o mesmo formato das demais cidades por onde passarmos. É uma forma do festival deixar algo produtivo e sustentável nesses locais. Queremos ir além dos alimentos arrecadados. É importante dar o pão, mas ensinar a fazer esse pão contribui para a autonomia das pessoas”, pontua Tannuri. Essas oficinas são gratuitas e qualquer um pode se inscrever, mas a organização do evento pretende atrair as lideranças de bairro e integrantes de ONG´s. A primeira oficina acontece no sábado (18), às 18h, com o chef Cristiano Borgonovi. São 40 vagas disponíveis.

CULTURA GASTRONÔMICA E SUSTENTABILIDADE

O pilar mestre do Festival Sabores da Terra é aproximar os chefs e cozinheiros do pequeno produtor, aquele cuja agricultura respeita a biodiversidade local, para que esses alimentos mais saudáveis possam entrar nas cozinhas e chegar ao prato do consumidor final com mais qualidade. IMG_2810Essa aproximação engrossa o movimento Slow Food, cujo princípio básico é o direito ao prazer da alimentação e não agride o planeta e o meio ambiente, mas utiliza produtos artesanais de qualidade especial, produzidos de forma responsável.

IMG_2865

Com um formato inédito no país, o Festival Gastronômico Itinerante Sabores da Terra possui ações que atraem um público diversificado que vai desde o cliente que aprecia uma boa comida até o profissional que quer se atualizar. A ideia é fazer a cidade mergulhar no universo gastronômico durante 14 dias (em Jaguariúna e Holambra serão 16 dias) com uma extensa programação gratuita e aberta ao público. A parte tradicional dos festivais gastronômicos também é contemplada e os restaurantes participam com menus fechados a preços fixos e acessíveis. “Queremos que as pessoas entendam gastronomia como cultura e que valorizem cada vez mais aqueles produtores da região que mantém viva as raízes e tradições locais”, afirma Arian Carneiro de Mendonça, do Guia do Lugarzinho, co-realizador do evento.

SOBRE O FESTIVAL

Para difundir a boa mesa, a partir do dia 20, cada restaurante indicado é convidado a participar com um menu fechado (entrada, prato principal e sobremesa), tendo que introduzir nos mesmos algum ingrediente oriundo de produtos locais. Os valores são fixos e acessíveis e podem ser oferecidos no almoço e jantar. Uma curadoria acompanha todo o processo para garantir que os menus estejam em conformidade com a proposta do evento. Os valores nos restaurantes durante o evento serão de R$ 40 no almoço e R$ 50 no jantar. Foram convidadas as melhores casas das duas cidades e sete já confirmaram a participação. Em Jaguariúna: Toro Loco (especialista em cortes especiais); Moquém (restaurante capixaba); Jaguary Bar e Restaurante (que faz parte do Hotel Jaguary) e Será o Benedito (hamburgueria). Em Holambra estarão participando: Bier Trunk Pub Bar (que serve chope e cervejas especiais, petiscos e pratos executivos); The Old Dutch (premiado restaurante de comida típica da Holanda) e Zoet en Zout (Confeitaria do Lago) que participa com combo de sobremesa a R$ 20,00.

toro bx

SHOWS, PALESTRAS E AULAS

Seguindo o formato das edições anteriores, o Sabores da Terra também levará conhecimento e diversão para o público. Aulas-show, oficinas e workshops estão sendo preparados para atender quem quer informação ou aprender mais com os chefs convidados. No sábado, uma das atrações será a aula-show degustação de Paella Caipira, com o chef Erick Alsaro. Em seguida, às 15h, tem a chef Elzinha Nunes com sua “Cozinha Mineira de Raiz”. Às 17h, os visitantes poderão participar de uma aula-show sobre Técnicas de Defumação a frio com Mário Firmino e, às 18h, tem oficina com o chef Cristiano Borgonovi – “Aproveitando o alimento em sua totalidade”.

IMG_2994

No domingo quem abre o evento, às 11h, é a chef Ana Soares com a aula show “Mesa III visita os jardins da Calusne Farms”. Às 15h, a atração ficará por conta da aula-show Comida Caipira: Passado e Futuro, com o chef Manuel Alves Filho.

SOBRE AS CIDADES-SEDES

Jaguariúna tem uma história que remonta aos tempos do antigo Caminho dos Goyases, com bandeirantes, tropeiros e boiadeiros que passavam rumo a Goiás e Mato Grosso. Das roças primitivas floresceram os engenhos de açúcar até meados do século XIX.

Hoje, além de ser conhecida nos quatro cantos do país como a Capital do Cavalo, por realizar há mais de 20 anos a tradicional festa dos peões, e de inscrever seu nome no mapa do circuito nacional dos rodeios, Jaguariúna também integra o Consórcio Intermunicipal do Polo Turístico do Circuito das Águas Paulistas, e o Circuito da Ciência e Tecnologia.

Um dos pontos de maior impacto turístico na cidade é a Estação da Maria Fumaça. O trem lembra os velhos tempos com locomotivas à vapor que puxam vagões restaurados e que percorrem um trajeto até a Estação Anhumas, em Campinas. É um dos poucos passeios de Maria Fumaça que restam no Brasil e passa por fazendas centenárias da época do café. Tanto as estações como a composição já foram usadas inúmeras vezes como cenário de novelas.

Devido à sua localização estratégica, o município também atrai indústrias de tecnologia de ponta. A cidade conta ainda com várias praças, parques, grandes áreas verdes, fazendas e sítios centenários. A gastronomia de Jaguariúna tem fortes traços da culinária italiana, com mesas fartas e temperos mediterrâneos, além das influências portuguesas.

holambra31

A vizinha Holambra é reconhecida nacionalmente por seu potencial para a produção de flores e de plantas ornamentais, que faz dela o principal exportador e expoente do setor em toda a América Latina. A vocação para a agricultura é resultado do trabalho conjunto de brasileiros e imigrantes holandeses que transformaram uma antiga e desativada fazenda em um dos mais prósperos e acolhedores municípios do Brasil.

O cultivo de flores deu origem ao maior evento do setor na América Latina – a Expoflora – festa das flores que é realizada anualmente e marca o início da primavera no Brasil.

Holambra também é referência pelo alto índice de qualidade de vida que oferece aos seus moradores e por seus indicadores socioeconômicos.

Os imigrantes holandeses chegaram na fazenda em meados de 1948. A cultura e as tradições trazidas pelos colonos garantiram à cidade características peculiares que atraem, todos os anos, aproximadamente um milhão de turistas de dentro e fora do país. Os imigrantes e seus descendentes ajudam a manter, ainda hoje, costumes e tradições de sua terra natal, observados na gastronomia, na arquitetura, nos símbolos desenhados nas calçadas, no hábito de andar de bicicleta, nos eventos realizados pela comunidade, na dança folclórica e em outros vários aspectos.

Em Holambra também há um Museu Histórico e Cultural que expõe a história da imigração holandesa na cidade por meio de um acervo de duas mil fotos antigas e de máquinas agrícolas utilizadas pelos imigrantes no passado.

SERVIÇO

Festival Gastronômico Itinerante “Sabores da Terra”

Período: de 18 de março a 2 de abril

Evento de Abertura

Data: dias 18 e 19 de março (sábado e domingo)

Horário: sábado, das 11h às 22h; domingo, das 11h às 18h.

Local: Campus II da Faculdade de Jaguariúna (FAJ) – Rodovia Adhemar de Barros (SP-340) KM 127 – Tanquinho Velho – Portaria 2

Agenda de aulas:

Sábado (18)

12h45 – Degustação de Paella Caipira com o chef Erick Alsaro

15h30 – “Cozinha mineira de raiz” com chef Elzinha Nunes

17h – Técnicas de Defumação a frio com Mário Firmino

18h – Oficina “Aproveitando o alimento em sua totalidade” com chef Cristiano Borgonovi

Domingo (19)

11h – Mesa III visita os “jardins da Calusne Farms com chef Ana Soares

15h – Comida Caipira: Passado e Futuro com chef Manuel Alves Filho

Shows e atrações culturais:

Sábado (18)

11h – Cavalaria Antoniana e Associação dos Muladeiros

14h30 – Orquestra de Viola de Valinhos

19h30 – Guga Renzo e Banda

Domingo (19)

12h – Violeiro Robson Furiozo

*Preços dos pratos nas barracas da alameda de chefs: de R$ 5 a R$ 25,00

Evento de Encerramento em Holambra – dias 1 e 2 de abril (em breve divulgação completa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *