Um evento gastronômico reunirá grandes chefs para lançar o livro de culinária que marca os 50 anos da Unicamp

livro

 Organizado pelo jornalista e chef de cozinha Manuel Alves Filho, a obra reúne receitas culinárias de família cedidas por integrantes da comunidade universitária

 

Uma ideia tão bacana só podia ter vindo de quem respira e vive gastronomia como o chef Manuel. Tantas formas para marcar uma data e ele escolheu justamente um livro de receitas, algo capaz de remeter as mais doces lembranças. Somos inspirados a voltar no tempo folheando as páginas gastas, por vezes manchadas, com a letra de pessoas que amamos. Assim é um livro de receitas. E foi pensando em tantas memórias afetivas que o chef Manu, tratou de lançar a ideia e convocar toda a comunidade acadêmica que vive ou viveu alguma história com a Unicamp, para enviar uma receita e contar um pouco da sua relação com a universidade, considerada hoje uma das melhores da América latina.

Entre centenas de receitas e muitas histórias, foram eleitas cinquenta que deram origem ao Livro “50 memórias, 50 sabores – A cozinha ancestral de quem ajudou a construir a Unicamp. Para o lançamento, o chef convidou grandes nomes da gastronomia de Campinas e região  para realizar no próximo dia 25 de setembro (domingo), o “Chefs na Unicamp”, que também terá a função de fazer a pré-abertura do VI Simpósio de Profissionais da Unicamp (Simtec), que ocorrerá entre os dias 26 e 28 de setembro. Tanto o lançamento do livro quanto a organização do Simtec fazem parte das ações em comemoração aos 50 anos da Universidade, que serão completados oficialmente em 5 de outubro.

Manuel Alves Filho, organizador do livro, conta que a ideia da publicação surgiu há mais de quatro anos. Com a proximidade do 50º aniversário da Unicamp, ela finamente pôde ser concretizada. mane03-editadab“O livro é uma obra colaborativa. Estudantes, funcionários e professores da Universidade cederam receitas culinárias de família, que carregam muitas memórias e afetividades. Uma comissão organizadora selecionou as 50 criações que foram publicadas. Entre elas, há desde pratos singelos, de fácil preparo, até criações mais elaboradas. Todas, porém, são muito representativas do modo do brasileiro se alimentar”, detalha.

Segundo Alves Filho, o livro traz as receitas acompanhadas de um breve perfil e foto de quem as cedeu. As preparações são ilustradas com imagens captadas pelo jornalista Ronei Thezolin, que revelam detalhes ora de pratos, ora de insumos presentes nas elaborações. “No momento em que chefs, cozinheiros e apreciadores da boa mesa se voltam para a valorização da matéria-prima, considerei oportuno fazer esse destaque, substituindo algumas fotos de pratos por imagens de ingredientes”, pontua.

O livro 50 memória, 50 sabores tem prefácio assinado pelo engenheiro de alimentos e reitor da Unicamp, professor José Tadeu Jorge. Em seu texto, ele registra: “50 memórias, 50 sabores – A cozinha ancestral de quem ajudou a construir a Unicamp é um livro para ser degustado! Professores, funcionários e estudantes apresentam as tradições culinárias de suas famílias, com a organização do jornalista Manuel Alves de Souza Filho. Não poderia existir pessoa mais adequada para organizar um projeto como esse. Chef de cozinha, gourmet, gourmand e similares, Manuel representa a garantia de qualidade e conhecimento do tema gastronômico”.

E Tadeu Jorge complementa: “Preparem seus apetrechos culinários, acendam seus fogões, aqueçam seus fornos, abram espaço nas suas geladeiras e executem as receitas a seguir. E não se esqueçam de convidar os amigos. Se, por acaso, não sair aquela maravilha inquestionável, lembrem-se de que a persistência leva ao aperfeiçoamento. A não ser, é claro, que aquele segredinho de família não tenha sido revelado… Bom apetite!”.

De fato o professor Tadeu tem toda razão, esse livro nos dará bons motivos para pilotar o fogão vez ou outra, e claro que não podemos deixar de prestigiar a primeira edição do Chefs na Unicamp. Muitos são os motivos: festejar os 50 anos dessa universidade que só nos orgulha, prestigiar o amigo Manu por sua iniciativa e provar as delícias de tantos chefs que lá estarão apresentando suas receitas, carregadas de memória e sabor.

Mas estaremos também para homenagear a Chef Vivi Moraes que já havia marcado presença no evento, e se foi tão precocemente no último dia 3 de setembro. Ela foi aluna da Unicamp e durante sua trajetória como chef de cozinha à frente do Estação Marupiara, deixou um legado digno de ser registrado na história da gastronomia da cidade. O chef Manuel muito generosamente dedicará essa edição do evento à nossa querida Vivi. Ela já havia preparado um cardápio especial para a ocasião que será executado por seus fieis colaboradores  Eto Fernandes e Ueliton Amaral Melo, que há anos estavam sendo preparados para comandar a cozinha do restaurante.

Chefs na Unicamp

O lançamento do livro e a pré-abertura do VI Simtec ocorrerão no evento Chefs na Unicamp. Um espaço de alimentação, formado por tendas, será montado na Praça do Ciclo Básico. Nela, alguns dos mais prestigiados chefs de Campinas e região estarão oferecendo suas receitas de família aos visitantes, a preços populares. Os pratos custarão entre R$ 5 e R$ 20. As bebidas não alcoólicas terão preço R$ 4,00 a água e R$ 5,00 o refrigerante. Nas dependências da Universidade são proibidos a venda e o consumo de álcool.

O evento se estenderá das 11h às 17h. Ao longo desse período, haverá uma série de apresentações artísticas e culturais, por parte dos integrantes do Programa Aluno-Artista, mantido pelo Serviço de Apoio ao Estudante (SAE) da Unicamp. Entre as atividades programadas estão música, tetro, dança, contação de história e show de malabares.

Os chefs que participarão do evento são: Vivi Góes (Bufê Boca de Anjo), Evandro Higa (Evandro Higa Culinária Japonesa), Cristiano Borgonovi (Cristiano Borgonovi Gastronomia), Vivi Ávila (Vivi Ávila Confeitaria e Padaria Artesanal), Beto Amaral (Linguiceria), Paulo Mazzuco Fontes e Luigi Fontes (Bar do Nicola), Curso de Gastronomia da FAJ, Isabela Ferracini (Madame Formiga), Nico Ferdico (Taverna do Chef Nico), Luciano Santos (Senhorita Bistrô) e representando a chef Vivi Moraes Eto Fernandes e Ueliton Amaral Melo (Estação Marupiara).

 Serviço

O que: Chefs na Unicamp

Quando: 25 de setembro (domingo)

Onde? Praça do Ciclo Básico – Unicamp

Horário: Das 11h às 17h

Entrada: Franca

Preço dos pratos: Entre R$ 5 e R$ 20

Preço das bebidas: Água R$ 4,00 e refrigerante R$ 5,00

 

Pratos

Vivi Góes – Estrogonofe de alcatra com pupunha, arroz branco e batata palha caseira – R$ 15,00

Evandro Higa – Chahan (Arroz frito com ovos, bacon, cebolinha, gengibre em conserva e shoyu) acompanhado de peito de frango empanado – R$ 20,00

 Cristiano Borgonovi – Porco da vovó (barriga e costelinha) com farofa – R$ 20,00

Vivi Ávila – Bolo de chocolate com brigadeiro da mamãe na lata (R$ 10,00), brownie da titia (R$ 8,00) e brigadeiro de colher da mana (R$ 5,00)

Beto Amaral – Rocambole de linguiça calabresa da vó Belmira – R$ 7,00

Paulo Mazzuco Fontes e Luigi Fontes – Cuscuz de frango e cuscuz de palmito – R$ 10,00 cada

Curso de Gastronomia da FAJ – Galinhada – R$ 15,00

Isabela Ferracini – Bolo no pote (cenoura com brigadeiro de nutella, chocolate com brigadeiro tradicional e pão de mel com doce de leite e brigadeiro ) – R$ 15,00. Brigadeiro de colher (tradicional e ninho com nutella) – R$ 10,00

Nico Ferdico – Lanche caprese (R$ 12,00), Lanche de ragu de calabresa (R$ 14,00), Cannoli (1 a R$ 8,00 e 2 a R$ 15,00)

Luciano Santos – Croquete de pintado à moda cuiabana (R$ 5,00) e Canjiquinha (R$ 20,00)

Eto Fernandes e Ueliton Amaral Melo – Ragu de carne bovina ao molho de gorgonzola com risoto de queijo meia-cura e toque de goiaba R$ 15,00 e Sorvete de queijo com compota de goiaba R$ 10,00

sorvete-de-queijo-com-goiabada-reduzido

 

Atrações artísticas e culturais

Saguão do Ciclo Básico

11h30 – Forró no meio do Caminho – Aula aberta de forró

12h10  – Grupo Tupã – Bossa nova

13h – Unicamp Breakers – Dança hip hop

13h30 – (Só) lido – Violão solo, música brasileira, chorinhos

14h10 – História de Pescadores – Teatro musical inspirado na obra de Dorival Caymmi

15h – Cabareto – Jazz

15h30 – Música Universal – Bossa nova

Marco Zero

12h – EX – Música experimental

13h – Mandolê – Performance de malabares com bambolê

14h – Contação de História  e oficina de confecção de bonecos de papel

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *